Câmara de Vereadores de Foz gastou mais de R$48 mil em diárias e despesas de locomoção


CMFI / REPRODUÇÃO

A Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu, gastou R$ 48.994,23 apenas nos últimos 8 meses deste primeiro ano de legislatura (2021-2024).


O valor consta no Portal da Transparência da Câmara Municipal, e os gastos são detalhados em diárias, despesas de locomoção e até mesmo inscrições para eventos fora da cidade.


Dos 15 vereadores do município, 6 utilizaram diárias, além deles, constam também 3 servidores do legislativo. Os valores são referentes entre o mês de Janeiro e Dezembro de 2021.

Em Fevereiro deste ano, o Presidente da Casa, Ney Patrício, suspendeu por 90 dias a concessão de diárias, mas aparece nos relatórios com o maior valor gasto em diárias.


VEJA O RAKING DE GASTOS

VEREADORES:

1º Ney Patrício: Total R$ 10.642,23

Valor Gasto com Diárias: R$ 6.927,74

Gasto com Locomoção: R$ 3.714,49


2º Edvaldo Alcântara: Total R$ 7.927,14

Valor Gasto com Diárias: R$ 6.837,14

Inscrição de evento: R$ 1.090,00


3º Anice Gazzaoui: Total R$ 5.291,87

Valor Gasto com Diárias: R$ 3.047,80

Gasto com Locomoção: R$ 2.244,07


4º Carolina Dedonatti: Total R$ 4.141,58

Valor Gasto com Diárias: R$ 4.141,58

5º Jairo Cardoso: Total R$ 3.702,40

Valor Gasto com Diárias: R$ 2.612,40

Inscrição de evento: R$ 1.090,00


6º Alex Meyer: R$ 3.394,73

Valor Gasto com Diárias: R$ 1.306,20

Gasto com Locomoção: R$ 2.088,53


SERVIDORES:

1º Danilo (Motorista)

Total R$ 8.450,28

Valor Gasto com Diárias: R$ 8.450,28


2º Ricardo (Analista Legislativo)

Total R$ 3.702,40

Valor Gasto com Diárias: R$ 2.612,40

Inscrição de evento: R$ 1.090,00


3º Rosemeire (Consultor Jurídico)

Total R$ 1.741,60

Valor Gasto com Diárias: R$ 1.741,60



INSCRIÇÕES DE EVENTOS

Entre as despesa estão os valores de R$ 1.090,00, valor de inscrição pago para a participação de um Congresso da UVEPAR em Curitiba.


JUSTIFICATIVAS As viagens realizadas pelos vereadores e pagas pela Câmara, são para participar de palestras, congressos, encontro com Deputados Estaduais e Federais, visitas técnicas e todas com a justificativa de aperfeiçoamento, capacitação, visitas oficiais, busca por recursos e afins.


Mas o que gera espanto é o valor gasto em apenas 8 meses e por apenas 6 vereadores e 3 servidores em plena a tentativa de recuperação econômica da cidade, não se questiona a legalidade da despesas, mas alertamos para a falta de zelo com o dinheiro público.



HISTÓRICO O primeiro registro de despesas com diárias é do dia 10/05/2021 e o último no dia 10/12/2021. Já o valor total aparece ao final da Página do Portal da transparência.

Portal da Transparência

COMPARATIVO

Foz do Iguaçu, com 15 vereadores e um total de 21 solicitações de diárias, gastou em 8 meses R$48.994,23. Enquanto a Câmara de Cascavel, com 21 vereadores e 40 solicitações de diárias em todo o ano de 2021, gastou o total de R$ 39.697,50. Cascavel gastou R$ 9.296,73 a menos e com o dobro do número de diárias da câmara de Foz.



GASTO ZERO

Os vereadores Adnan, Cabo Cassol, Dr. Freitas, Galhardo, João Morales, Kalito, Maninho, Rogerio Quadros e Yasmin, por hora, não aparecem na lista de despesas com diárias pagas pela câmara em 2021.


Mas ainda em tempo, talvez o dinheiro gasto com viagens poderia ser revertido para a modernização da transparência da casa de leis que é confusa e com layout ultrapassado.

“DAR O EXEMPLO”

Como foi dito na matéria publicada pela câmara em fevereiro, anunciando a suspensão de diárias… “é preciso dar o exemplo!”

Mas neste caso a câmara deve seguir o exemplo, inúmeras cidades brasileiras extinguiram de vez as concessões de diárias e sobreviveram. Uma vez que os salários do legislativo são suficientemente bons e compatíveis com as funções do nobres parlamentares, é possível viajar por conta.


SALÁRIOS

Além de beneficios como as diárias, a base salarial dos vereadores é de mais de R$ 9 mil brutos, sendo pouco mais de R$ 7 mil líquido após os descontos obrigatórios.


O salário mais alto é de Presidente da Câmara, que ultrapassa os R$ 14 mil brutos, e chega a R$ 8 mil líquido.


Portal da Transparência - Remuneração

Aliás, recentemente ouviu-se boatos de que alguns vereadores se organizavam na busca pelo 13º salário, mas ao que tudo indica são apenas boatos. Afinal, a assessoria da câmara refutou rapidamente os comentários que surgiram em relação ao tema.


Mas é preciso esperar que 2022 passe, afinal de conmtas os pretensiosos pré-candidatos a deputados não querem esse risco na imagem de suas campanhas.





TODAS AS INFORMAÇÕES DE VALORES E NOMES DIVULGADOS NESTA MATÉRIA, PODEM SER ENCONTRADOS E CONFIRMADOS NO SITE DO PORTAL DA DA TRANSPARÊNCIA DA CÂMARA DE VEREADORES DE FOZ DO IGUAÇU.